quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

INFORMAÇÃO

IDEIA SENSACIONAL!

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2007

PLS - PROJETO DE LEI DO SENADO, Nº 480 de 2007
Determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.

O CONGRESSO NACIONAL decreta:
Art. 1º

Os agentes públicos eleitos para os Poderes Executivo e Legislativo federais, estaduais, municipais e do Distrito Federal são obrigados a matricular seus filhos e demais dependentes em escolas públicas de educação básica.

Art. 2º

Esta Lei deverá estar em vigor em todo o Brasil até, no máximo, 1º de janeiro de 2014.

Parágrafo Único. As Câmaras de Vereadores e Assembléias Legislativas Estaduais poderão antecipar este prazo para suas unidades respectivas.
JUSTIFICAÇÃO

No Brasil, os filhos dos dirigentes políticos estudam a educação básica em escolas privadas. Isto mostra, em primeiro lugar, a má qualidade da escola pública brasileira, e, em segundo lugar, o descaso dos dirigentes para com o ensino público.

Talvez não haja maior prova do desapreço para com a educação das crianças do povo, do que ter os filhos dos dirigentes brasileiros, salvo raras exceções, estudando em escolas privadas. Esta é uma forma de corrupção discreta da elite dirigente que, ao invés de resolver os problemas nacionais, busca proteger-se contra as tragédias do povo, criando privilégios.

Além de deixarem as escolas públicas abandonadas, ao se ampararem nas escolas privadas, as autoridades brasileiras criaram a possibilidade de se beneficiarem de descontos no Imposto de Renda para financiar os custos da educação privada de seus filhos.

Pode-se estimar que os 64.810 ocupantes de cargos eleitorais –vereadores, prefeitos e vice-prefeitos, deputados estaduais, federais, senadores e seus suplentes, governadores e vice-governadores, Presidente e Vice-Presidente da República – deduzam um valor total de mais de 150 milhões de reais nas suas respectivas declarações de imposto de renda, com o fim de financiar a escola privada de seus filhos alcançando a dedução de R$ 2.373,84 inclusive no exterior. Considerando apenas um dependente por ocupante de cargo eleitoras.

O presente Projeto de Lei permitirá que se alcance, entre outros, os seguintes objetivos:

a) ético: comprometerá o representante do povo com a escola que atende ao povo;

b) político: certamente provocará um maior interesse das autoridades para com a educação pública com a conseqüente melhoria da qualidade dessas escolas.

c) financeiro: evitará a “evasão legal” de mais de 12 milhões de reais por mês, o que aumentaria a disponibilidade de recursos fiscais à disposição do setor público, inclusive para a educação;

d) estratégica: os governantes sentirão diretamente a urgência de, em sete anos, desenvolver a qualidade da educação pública no Brasil.

Se esta proposta tivesse sido adotada no momento da Proclamação da República, como um gesto republicano, a realidade social brasileira seria hoje completamente diferente. Entretanto, a tradição de 118 anos de uma República que separa as massas e a elite, uma sem direitos e a outra com privilégios, não permite a implementação imediata desta decisão.

Ficou escolhido por isto o ano de 2014, quando a República estará completando 125 anos de sua proclamação. É um prazo muito longo desde 1889, mas suficiente para que as escolas públicas brasileiras tenham a qualidade que a elite dirigente exige para a escola de seus filhos.

Seria injustificado, depois de tanto tempo, que o Brasil ainda tivesse duas educações – uma para os filhos de seus dirigentes e outra para os filhos do povo –, como nos mais antigos sistemas monárquicos, onde a educação era reservada para os nobres.

.

QUANDO





Quando eu mais precisava de alguém, você surgiu, não nos conhecíamos
não sabíamos da existência um do outro e mesmo assim, quando nossos
olhos se cruzaram nossos corações foram invadidos pela a afinidade
pela atração física, pelo carinho, senti que naquele momento, minha
busca pela felicidade havia terminado, enfim te encontrei.
Hoje me vejo vivendo momento realmente especial,
descobrindo que amar vale a pena,
e que a vida pode ser verdadeiramente feliz,
quero viver este sentimento bonito,
e ter a certeza que fomos feitos um para o outro
porque de tudo que descobri ao seu lado,
o que me deixa mais feliz e completa,
é o fato de poder compartilhar com você parte do que sou
e tudo que sinto,
estamos procurando juntos um caminho,
para seguir e podemos acreditar que tudo será maravilhoso,
mas uma coisa você pode ter sempre certeza,
qualquer que seja a situação,
em todos os momentos
estarei sempre ao seu lado,

porque?????

te amo muito...

INFORMAÇÃO

Inscrição começa hoje e vai até dia 30; para se candidatar, é preciso ter feito o ensino médio na rede pública


A GAZETA

Carla Nascimento

cnascimento@redegazeta.com.br



A partir de hoje, começam as inscrições para 1.134 bolsas de estudo em faculdades particulares no Estado. As vagas são do programa Nossa Bolsa e estão distribuídas em 55 cursos de 17 municípios.
Para se candidatar, é preciso ter feito o ensino médio na rede pública. A seleção depende das notas objetivas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2010. O valor da bolsa é determinado pela renda do candidato e pode ser de 50% ou de 100% da mensalidade.
Engenharia de Petróleo e Gás, Turismo, Pedagogia, Administração, além de diversos cursos de licenciatura, estão entre as vagas oferecidas. As áreas foram determinadas por um estudo sobre os setores que mais precisam de mão de obra especializada, realizado pela Secretaria de Educação.
Benefício
O secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Lúcio Spelta, explica que, em 2011, serão gastos R$ 22 milhões com o programa. A pasta é responsável pela direção do programa. Ele destaca que 96% das bolsas oferecidas atualmente são integrais.
O candidato selecionado tem que ter aprovação em 75% das disciplinas para continuar recebendo o desconto. Alunos com bolsas integrais em alguns cursos - como Medicina, Odontologia e Engenharia - ainda podem se candidatar à Bolsa-Dedicação para receber um benefício em dinheiro no valor de R$ 300,00, pago a cada três meses para despesas com a formação.
O governo estadual compra as vagas da rede privada com desconto de, no mínimo, 20%. A mensalidade média do programa é de R$ 400,00. Neste caso, o aluno que paga o valor parcial (50%) gasta R$ 200,00 com a mensalidade. Quem tem bolsa integral em Medicina, por exemplo, economiza aproximadamente R$ 2,6 mil mensais.
"Entendemos que o Nossa Bolsa supre a demanda por uma universidade estadual, que o Espírito Santo não tem", diz o secretário.
O programa é executado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) e a gestão é feita pela Comissão Executiva do Programa junto com a Gerência de Educação para o Desenvolvimento Social (Gedes).

Vagas:

1.134 vagas, distribuídas em 32 instituições de ensino e 55 cursos

Quem pode participar:

Quem fez o ensino médio em escolas públicas do Espírito Santo, brasileiros, que não têm diploma de graduação e não tenham sido excluídos do programa Nossa Bolsa

Bolsa:

A integral, 100% do valor da mensalidade, é para candidatos com renda familiar de até R$ 765,00. As bolsas parciais (50%) são para alunos com renda de até R$ 1.530,00

Inscrições:

Começa hoje a partir das 9 horas e vai até as 18 horas do dia 30 de dezembro, no site http://www.nossabolsa.es.gov.br/
Seleção:

O candidato deve ter feito as provas do Enem 2010. A seleção será de acordo com as notas objetivas do exame. Para ser classificado, é preciso ter nota acima de 400 pontos

Resultado:

Será divulgado pelo Inep - órgão do Ministério da Educação responsável pelo Enem - a partir do dia 14 de janeiro

Informações:

3233-3516, 3233-3517 e 3222-5425

Ele conseguiu bolsa integral em Engenharia

Heleno Manoel da Silva, 37 anos, hoje trabalha como segurança, mas dentro de alguns anos será engenheiro. Ele tem bolsa integral, que equivale a 100% do valor da mensalidade. "Eu estou fazendo o segundo período de Engenharia Mecânica na UCL (Faculdade do Centro Leste). Embora tenha feito o curso técnico na área, jamais teria condições financeiras de bancar uma faculdade se não fosse pelo programa. Tenho a esperança de, assim que terminar a faculdade, eu possa prestar um concurso público ou trabalhar em uma grande empresa", afirma.

MEU CANTINHO PREFERIDO

Minha foto
A Rádio Jovem FM Online é direcionada a todo tipo de público e com todos os generos musicais. Esse é um dos ingredientes aqui na Radio Jovem FM Online. Estamos sempre interessados no bem estar e lazer dos nossos ouvintes. Por isso, buscamos a cada dia mais motivos para agradar você ouvintes!! SEJAM TODOS BENVINDOS E SE SINTAM JOVENS!!!

Todos nós precisamos de Amor e Carinho




Gatinha

Frases para Orkut

Ocorreu um erro neste gadget