quarta-feira, 5 de agosto de 2015

NÃO CABE NO DESEJO

Não cabe no desejo 
Mais que dois lábios
Que se acariciam,
Mais que dois amantes
Olhares...trocando
Corpos desfeitos em gotas ofegantes.
Não cabe no desejo
Mais que dois corações pulsando
Ao mesmo compasso
Dum ritmo musical
Onde descem anjos
Nas mais afinadas melodias
Tocando em perfeita sintonia
Por dedos... angelicais.
Enquanto os acordes enchem o tempo
As nossas pernas procuram-se!
Afagam-se apenas, depois
Deitam-se no lençol de água
Que se faz luz
Na tua presença,
A cama submersa nos chama
A boca seca
Dos beijos silenciosos
Presos, inocentes e sem culpa.
Enlaça teus dedos alvos
Nos meus negros cabelos, meu amor
Afaga neles, toda a tua avidez
Tuas mãos desnudas enlouquecem
A minha alma de tanto te querer
E à noite, debaixo do imenso lençol
De estrelas
Seduz-me com o maior desejo
--- melhor prazer!


ESPERO-TE


Espero-te na noite escurecida
pelo dia, que se fez mágoa sofrida

Espero-te, depois do longo dia

Como punhal que corta o vento
junto a mim, sinto a brisa
Facas aguçadas, para mim apontadas
agulhas percorrendo meu sangue, assustadas.
Meu corpo frágil, ergue-se dos sucessivos açoites
As marés, a lua cheia... agride a corrente errante
do negrume silencioso.
Viste-me de esquecimento, as palavras
que em turbilhão atacam
dentro e fora do coração.
Percebi finalmente, que tinha entrado para viver
na horrenda e derradeira escravatura,
Qual gume...
que despedaça a mais minúscula réstia de amor
em algures dentro mim...vagueava
Meus pés empurrados por mentiras e trapaças
aguentaram-se ás desgraças
do homem sem escrúpulos
rico em ameaças, e
maus tratos, que em mim... aplicava.
Mostrando-se como sócio cruel do amor.
Porém a todos os outros, ele mostrava -se, um sedutor!
O monstro que nele vive, alaga-lhe as veias.
O amor deveria ser um prazer, um perfume...
porém por vezes é 
sofrimento, fúria, desalento, azedume!...
Ainda hoje, cruzo-me com rasgos de sombras!
Espelhos na alma, albergando o egoísmo e ciúme
neste grupo, que se dá o nome de sociedade!
Meu Deus! Quanta maldade!...

PERDI NUM LABIRINTO




Perdido num labirinto
que eu próprio elaborei,
perdido num tempo que
não pedi para nele entrar.
Perdido... meu coração inocente
não conhece, a maldade
da gente.
Tenho a alma vazia,
em caminho errante.
Amo a solitária noite
em que os mochos,
tapam os ouvidos
para não ouvirem os gritos
da morte... de outros.
Perdido no caminho da vida,
em que o sol se esqueceu
do seu brilho,
do lado de lá do poente.
Sem ti
até a lua me abandonou.
Disse-me que viria
Mas... ainda não voltou.

MEU CANTINHO PREFERIDO

Minha foto
A Rádio Jovem FM Online é direcionada a todo tipo de público e com todos os generos musicais. Esse é um dos ingredientes aqui na Radio Jovem FM Online. Estamos sempre interessados no bem estar e lazer dos nossos ouvintes. Por isso, buscamos a cada dia mais motivos para agradar você ouvintes!! SEJAM TODOS BENVINDOS E SE SINTAM JOVENS!!!

Todos nós precisamos de Amor e Carinho




Gatinha

Frases para Orkut

Ocorreu um erro neste gadget