segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

NATAL: RECUPERAR E SALVAR A HUMANIDADE









É Natal e mais uma vez somos convidados a vivenciar essa realidade de um Deus que assume a nossa história humana para redimi-la e salvá-la, no amor. O natal expressa de maneira profunda a beleza do mistério da encarnação do Senhor: “Por Ele (Jesus), realiza-se hoje o maravilhoso encontro que nos dá vida nova em plenitude. No momento que vosso filho assume nossa fraqueza, a natureza humana recebe uma incomparável dignidade: ao tornar-se Ele um de nós, nós nos tornamos eternos”. Esse mesmo sentido aparece na oração a qual mostra que a vida de Jesus restabeleceu a dignidade do ser humano e ao mesmo tempo faz um convite para participarmos da sua vida divina: “Ó Deus, que admiravelmente criastes o ser humano e mais admiravelmente restabelecestes a sua dignidade, dai-nos o privilégio de participar da divindade do vosso filho que se dignou assumir a nossa humanidade.”

A partir daí já podemos pensar que, no plano de Deus não existimos para a perdição, mas para a salvação. O próprio Jesus afirma essa verdade no Evangelho de João quando diz: “Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para condenar o mundo, e sim para que o mundo seja salvo por meio dele (3,17). A condição pecadora do ser humano não é obstáculo para a manifestação da graça de Deus, pois Ele é o Deus da benção e não da maldição ou condenação. Ele aposta tudo na pessoa humana para realizar a salvação da mesma e, assim concretizar seu eterno plano de amor. Mostra com isso que ser humano tem valor e precisa ser tratado com respeito e dignidade.
Aproximando-nos do Natal vemos intensificar as propagandas estimulando as pessoas a comprarem, para si e para os outros, dando impressão que essa prática é o que dá sentido ao Natal. Nesse contexto de mundo globalizado e capitalista, onde a economia, o ter, o consumir e outras atitudes parecem ditar a maneira de viver, corremos o risco de esquecer ou deixar na sombra a centralidade de mensagem natalina, ou seja, Jesus Cristo que veio nos salvar. Deixando de lado Deus e os valores que promovem mais vida, o ser humano tem trilhado um caminho perigoso que esta levando à destruição e à morte. Essa realidade se expressa, especialmente, no desrespeito e banalização da vida e da dignidade das pessoas que são tratadas como coisas ou objetos sem importância.
Em tal realidade impera o medo, a insegurança, a desesperança, como também a passividade, o conformismo, a indiferença e outras atitudes que mostram a nossa irresponsabilidade e o descompromisso com a causa da vida humana. A responsabilidade e o compromisso com essa causa não é de uma pessoa, um grupo, essa ou aquela religião, é uma causa que envolve a todos nós. Precisamos nos conscientizar de que Deus sempre quis e quer o nosso bem, porém é fundamental assumirmos a parte que nos cabe para, juntos, recuperarmos o que Deus já nos ofereceu e continua a oferecer, em Jesus.
Sabendo que Deus não despreza o ser humano esse é um tempo oportuno para refletirmos o ministério da encarnação de Jesus e tomarmos consciência, como cristãos, do que realmente significa o Natal num contexto de mundo bastante fragilizado na vivência de valores que edificam e dão sentido à vida. Nesse meio, pensar na mensagem do Natal que é acolher a proposta de Deus que veio assumir a condição humana, iluminando-a e dando esperança de uma vida feliz. Dessa forma, o Natal é luz que brilha na existência sombria do ser humano e esperança que faz seguir em frente na certeza de que Deus esta conosco (Emanuel) e nos possibilita viver com a dignidade, este é o verdadeiro espírito de Natal.

Helena Emilia.

NATAL
Em uma noite de Dezembro
Um anjo foi a Maria
Anunciar que do seu ventre
O Redentor nasceria!

Bela e pura qual ninguém
A Virgem de Nazaré
Caminhava por Belém
Com seu esposo José.

Porém, tão mal se sentia,
Procurando se hospedar,
Mas, só numa estrebaria
Acolhida foi achar.

Eis que surge no Oriente
Bela estrela cor de ouro,
Vindo do céu, de repente,
Vozes de Anjos em coro.

Surpresos, seguindo a estrela
Que pelo céu deslizava,
Os pastores viram que ela
Sobre uma gruta pairava.
E ali, numa manjedoura
Nasceu, espargindo luz,
A linda criança loura
Que se chamava Jesus!

Os animais bafejando
Aqueceram o pequenino,
E o povo se ajoelhando
Adorava o Deus-Menino.

Glória ao senhor das Alturas!
- Ecoou na imensidão
E paz na terra às criaturas
De fé e bom coração!

Helena.






0 comentários:

Postar um comentário

MEU CANTINHO PREFERIDO

Minha foto
A Rádio Jovem FM Online é direcionada a todo tipo de público e com todos os generos musicais. Esse é um dos ingredientes aqui na Radio Jovem FM Online. Estamos sempre interessados no bem estar e lazer dos nossos ouvintes. Por isso, buscamos a cada dia mais motivos para agradar você ouvintes!! SEJAM TODOS BENVINDOS E SE SINTAM JOVENS!!!

Todos nós precisamos de Amor e Carinho




Gatinha

Frases para Orkut

Ocorreu um erro neste gadget